Programa de Educação Sexual e Promoção da Saúde (PESS) da Vale realiza último módulo

Por Amarilis Cardoso. Coordenadora Técnica da MJM - Escritório de São Luis - MA

Aconteceu de 14 a 17 de outubro mais um módulo do PESS – Programa de Educação Sexual e Promoção da Saúde, um projeto da Vale e coordenado pela MJM serviços técnicos ambientais, que é uma medida de mitigação exigida pelo licenciamento ambiental federal, conduzido pelo IBAMA, para a realização das obras de Expansão da Estrada de Ferro Carajás.

O Programa de Educação Sexual e Promoção da Saúde – PESS vem somar com o debate social local, fortalecendo organizações e iniciativas do poder público, bem como a juventude, a fim de estimulá-los ao debate e a efetiva participação social, especialmente no que diz respeito ao enfrentamento a violência sexual contra criança e adolescente.

A Constituição de 1988 denomina o Brasil como um Estado Democrático de Direito. E em seu art. 1º nos apresenta os princípios fundamentais: a soberania, a cidadania, a dignidade da pessoa humana, os valores sociais do trabalho e da livre iniciativa e o pluralismo político. Observando esses princípios, e quando se vive em um país consagrado como Democrático de Direito, o que se espera, acima de tudo, é que nesse Estado o poder venha do povo e que a política atenda aos interesses coletivos, zelando pelo cidadão, o bem comum e possibilitando a garantia dos direitos humanos. Mas, infelizmente, não é isso que acontece no Brasil.

“Educação não transforma o mundo. Educação muda as pessoas. Pessoas transformam o mundo”, essa frase de Paulo Freire, um dos mais influentes educadores e pensadores brasileiros. E neste sentido com o mote sobre “Participação Social” estiveram nesta quinta edição do PESS aproximadamente 240 pessoas entre jovens, representantes do poder público, das Igrejas, agentes comunitários de saúde, professores, das associações comunitárias e membros do Sistema de Garantia de Direitos das Crianças e Adolescentes, dos municípios de Alto Alegre do Pindaré, Tufilândia, Santa Inês e Pindaré Mirim. Neste quinto e último módulo além da formação, compreendida em momentos de exposição e debate de conteúdo, houve uma oficina para os jovens de “Construção do plano de ação e mobilização”.

A palestra sobre “Participação Social” foi ministrada pela pesquisadora e Assistente Social Ana Lúcia Nunes, especialista em Gestão do Serviço de Saúde e especialista em Violência Doméstica contra Criança e Adolescentes (USP), atualmente consultora do Ministério da Saúde. E a oficina ficou sob responsabilidade da pedagoga Eliane Vera Cruz, com especialização em Psicopedagogia, especialização em Terapia Comunitária, atualmente consultora do Akoni.

Durante a oficina os jovens construíram um planejamento com ações de mobilização comunitária que serão executadas em todos os municípios. A juventude pensou, debateu, planejou, organizou e dividiu as tarefas que serão acompanhadas no mês de novembro e colocadas em prática em dezembro, encerrando assim mais uma edição do PESS no bloco de 4 municípios.

Na oportunidade foram entregues os certificados aos participantes, um momento especial para fechamento deste último módulo do Programa nesses municípios. Contamos com a presença dos analistas de Relacionamento com a Comunidade da Vale durante a cerimônia de entrega dos certificados: o senhor Fernando Castro, em Alto Alegre do Pindaré e Auzilândia; as senhoras Iara Silva, Alexandrina Santana e Suzana, em Tufilândia; e os senhores Alexandrina Santana, Suzana e Gilberto de Paulo, em Pindaré e Santa Inês.

O PESS ainda não acabou nestes municípios, os acompanhamentos dos planejamentos acontecerão na primeira quinzena de novembro, a execução do plano de 1 a 7 de dezembro e a avaliação dos eventos até o dia 12 de dezembro.

O PESS da Vale veio somar com as instituições locais na luta pelos direitos das crianças e adolescentes, o maior objetivo do programa é contribuir para o desenvolvimento da sexualidade de forma segura, protegida e livre de violência.