GESTÃO DE RESÍDUOS

A MJM entende que um programa de Gestão de Resíduos é um conjunto de procedimentos e rotinas, implementados de forma sistêmica, que abrange todo o ciclo de vida dos resíduos – desde a fase de geração até a sua disposição final – associados a uma atividade ou processo.  

A partir da elaboração do inventário, a Gestão de Resíduos permite otimizar o uso de matérias-primas, reduzir perdas e desperdícios, seja através do reuso ou de processos de reciclagem. Com isso, minimiza-se o envio dos resíduos a aterros sanitários e controlados, aumentando, por conseguinte, a sua vida útil.

INVENTÁRIO DE RESÍDUOS

Caracterização qualitativa e quantitativa dos resíduos gerados

Image

Quadro esquemático de um programa de gestão de resíduos.

  • Identificação das alternativas que minimizem a geração dos resíduos na fonte, com consequente minimização dos custos operacionais envolvidos, sem prejuízo dos resultados operacionais;
  • Identificação de alternativas de recuperação interna dos materiais e/ou da energia dos resíduos e implementação de alternativas técnica e economicamente viáveis;
  • Identificação de alternativas de recuperação externa dos materiais e/ou da energia dos resíduos e implementação de alternativas técnica e economicamente viáveis (primeira etapa do planejamento de um programa de coleta seletiva);
  • Disposição final ambientalmente adequada e segura dos resíduos remanescentes;
  • Elaboração de procedimentos operacionais relacionados à geração, coleta, armazenamento, transporte e disposição final de resíduos;
  • Treinamento com base nos procedimentos estabelecidos;
  • Monitoramento com base nos indicadores estabelecidos.
Image

Estruturação das Diretrizes Corporativas, Treinamento das Comissões de Resíduos, Auditoria de Fornecedores, Elaboração de Procedimentos para diversas unidades operacionais.

  • CETREL (Diagnóstico e Plano de Gestão)
  • SERQUIP (Unidades de MG e Ma – Diagnóstico e Plano de Gestão)
  • ARCELOR (Diagnóstico e Plano de Ação – Unidades de BA e RJ)